Equinócio (EP)

by Eu, Você e a Manga

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
03:12
4.
04:28
5.
03:00
6.
03:47

credits

released November 29, 2013

gravado durante o inverno de 2O13 em Volta Redonda, sul do estado do Rio de Janeiro


DOWNLOAD EM :♥: migre.me/gOHx6 :♥:

tags

license

all rights reserved

about

Eu, Você e a Manga Volta Redonda, Brazil

contact / help

Contact Eu, Você e a Manga

Streaming and
Download help

Track Name: O Mar Sem Ela
Quem vai dizer que não quando o nosso dia chegar?
Deixe a luz acesa, meu bem. Outro dia virá.
E se chover mais tarde, a gente chove também.

Eu sei. Canções nunca foram o bastante pra não te fazer chorar
Entenda que por enquanto eu não consigo remar
Já não posso mais te ver assim, precisando de mim e eu aqui,
Sem saber o que falar.
Já não posso mais viver assim e só em sonhos te encontrar
Amor, tô indo pra aí, mas não espere eu chegar.
Track Name: Contos de Segunda-Feira
Eu sou tão ela, ela tão ele.
Ele tão elas e elas nem sei.
Lá vem a segunda-feira é tão singular
Nas sextas plurais eu invento um colírio. Placebo.
Pra suportar a falta que dá

É tão extenso que nem tento entender

Eu vejo, sim vejo.
É ela que vem avistar, deve falar de tudo aquilo.
Venho entendo de saudade, me avistou sem precisar.
Chorei. Pois veio me dizer de mim. Chorei
Pois veio me dizer de mim.

Ele é tão elas, elas tão ele.
Eu sou tão ela e ela tão eu
Lá vem a segunda-feira. É tão singular
Track Name: Despertador
Deixa vento bater no seu cabelo
O céu se abriu anunciando um outro sonho bom
E essa vontade de gritar pro mundo inteiro
Todas as coisas que aprendeu na sua solidão

Você não é o ultimo e o primeiro a pensar que seus problemas não tem solução
Veja bem hoje o sol nasceu vermelho esqueça esse barulho e entenda essa canção

Que não fala de amor
Que não fala de nós dois
Deixe esse silencio pra depois que o seu despertador disser
Que é tarde demais pra não dizer nada
Track Name: Vitória/ES
Não foi por acaso que eu cheguei aqui
Não foi por acaso que eu te encontrei
Não foram as horas sem te ver
Nem o tempo passado em casa
Não foram as vontades de quem não sabe o que é ser;

Não foi o relógio mostrando horas erradas
Nem mesmo foram as notas trocadas
Não foi dizendo o que eu devo fazer

Foi a vontade de viver
Foi a vontade de dizer
Pega logo esse trem e vem me ver
E esquece de voltar
Track Name: Carne
Vou comprar uma criança pra ver se sou feliz
E vou deixá-la toda livre pra dançar
Se for uma menina talvez vire dançarina
Juliana ela vai dançar no seu lugar

Mas já vi que o meu apartamento é pequeno
E sinuoso demais.
Já sei, amanhã vou procurar um novo.
Lá na Amaral Peixoto!

“Hoje eu nem li o jornal, acordei as seis e isso é tão natural.
A vida segue mesmo sem você estar.
Vidraças quebradas, bombas de gás e Ana não voltou do mar.
Poesia, café e rosas misturadas com decepção.
Tantos gritos, alguns gestos, tanto faz. Eu já não quero nada.
Rabisco algumas palavras e não vou mostrar pra ninguém.
A gaveta está cheia de meias, algumas máscaras, mas não tem emoção.
Jogo tudo pela janela, com alguma sorte meu obituário vai passar na televisão.”

E tudo cresce até eu descobrir que sou só, só mais um a chorar.
Track Name: Tereza
Tereza era a mais paulista do Pará
Guardava em sua geladeira uma criança.
Alegria é morar aqui e parecer que era de outro.
Lugar bonito de ver e de morar.

Pela TV, Tereza sonhava com você.
Você era o marido dela de são Paulo
Alegria é ter um pai e uma mãe em casa pra fazer
Bobagem é sair do Pará

Até o santo de Tereza era São Paulo
As cores da bandeira do país estampavam seu carro

Tereza precisa de um amor, Tereza me beija!
Tereza não se vá, fique comigo no Pará!